Como saber se a joia é banhada (folheada) ou é ouro puro?

Olá leitores do blog Mariane Joias, tudo bom? Hoje vamos falar de um assunto que gera muitas dúvidas e vocês sempre me mandam perguntando no Instagram (@marianejoias) e no Facebook (/marianejoias). Mari, como saber se é joia (ouro puro) ou semi joia?

Nesse post vou te dar dicas infalíveis de como descobrir se sua joia é banhada ou é pura!



Primeiramente, se você quer descobrir se um anel, ou brinco ou colar é feito de ouro puro, a primeira dica que dou é que o ouro é extremamente maleável (pode ser torcido, por exemplo). Um anel de ouro rapidamente se adaptará à forma do seu dedo, ou poderá ser amassado com uma leve pressionada, já a semi joia requer um esforço maior, pois é feito de metais duros, diferentes do ouro, e só leva uma ou duas camadas de banho.

Então, vamos lá para os passos e dicas essenciais para você tirar sua dúvida:

1- Observe bem a peça a ser analisada.


Comece observando os detalhes da sua peça, se ela há riscos, sinal de uso, mas a aparência dourada é perfeita, mesmo que não brilhe muito, ela não tem sinal de oxidação ou de "ferrugem", é bem provável de seu acessório ser ouro puro. O ouro não oxida e, mesmo com riscos, não desbota a cor. As semijoias e bijouterias costumam ficar roseadas ou escuras com o passar do tempo e com o uso, o desgaste é mais nítido e algumas peças podem descascar o banho dourado, dependendo dos cuidados que tem com a peça. Porém, algumas semi joias são de bastante qualidade, sendo novas ou bem cuidadas, quase impossível de diferenciar a olho nu, principalmente por usarem pedras como a zircônia, que também é usada em joias. (Conheça nossas semijoias de qualidade clicando aqui.)

2- Tente amassar sua joia (de preferência, faça isso apenas com anéis ou brincos grossos)

Se sua joia for um anel, ou um brinco mais grosso, tente dar uma amassadinha nele, uma pressionada com os dedos (evite fazer com colar e pulseiras, ou brincos muito finos para não quebrar a peça e você ter custos para soldar com mais ouro). Se ele amassar facilmente, é porque, é muito provável, que seja uma peça de ouro puro.



3- Teste com um ímã.

É um teste simples, mas não é a sua garantia de que o ouro é realmente puro. Você precisará de um ímã mais grosso, com mais força de atração para este teste, você poderá encontrar em casas de construção. Com o ímã em mãos e sua joia sobre uma mesa ou bancada, aproxime devagar o ímã na joia, o ouro puro não será atraído pelo ímã por não ser um metal magnético. Se for atraído, é porque não é ouro. Porém, hoje em dia algumas bijouterias são feitas com metais também não magnéticos, o que pode falhar este teste.



4- Teste da cerâmica.

Este teste é um pouco mais preciso, mas pode danificar um pouco sua peça, se for uma joia de muito estimo, evite este teste. Pegue um prato, pires ou superfície plana de cerâmica e arraste o objeto com pouca pressão sobre ele, se ficar um risco preto (escuro) é porque não é uma joia pura, se ficar um risco dourado, é porque, provavelmente, é ouro puro.



5- Leve a um joalheiro, ele não cobrará nada para saber se é ou não ouro de verdade.




Parece óbvio, mas um teste feito pelo joalheiro é totalmente preciso e você, provavelmente, não terá custos com isso, sem contar que não terá perigo algum de danificar a sua peça. Um joalheiro pode reconhecer o ouro apenas com o olhar, ou com testes químicos.

Espero ter ajudado vocês a sanarem as dúvidas. Qualquer coisa, deixem nos comentários.

Grande beijo e até o próximo post!

Mari.

Visite nosso site e conheça as semi joias mais lindas e de qualidade do mercado:
www.marianejoias.com.br

Let's be friends:
Siga-nos no Instagram / Curta nossa página no Facebook

Comentários